Suporte no desenvolvimento de jogos


    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ

    Votação

    Portugal devia ser invadido?

    [ 0 ]
    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 110100%USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 31010 [0%] 
    [ 0 ]
    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 110100%USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 31010 [0%] 
    [ 1 ]
    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 11010100%USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 31010 [100%] 
    [ 0 ]
    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 110100%USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 31010 [0%] 
    [ 0 ]
    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 110100%USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ 31010 [0%] 

    Total dos votos: 1
    makergame2000
    makergame2000
    Experiente
    Experiente

    Mensagens : 501
    Créditos : 62
    Cash : 0

    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ Empty USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ

    Mensagem por makergame2000 em Qua Mar 07, 2012 6:41 pm

    Versao original: http://mwcnews.net/focus/politics/17311-dont-invade-portugal.html
    Texto Traduzido para portugues

    Podemos apenas esperar que o presidente Obama não ordena uma invasão militar de Portugal para a recusa de um pedido de extradição pelo governo dos EUA a extradição de um assassino condenado nos Estados Unidos.

    O caso envolve 68-year-old George Wright, que foi condenado por um tribunal de Nova Jersey para uma matança 1962 de um atendente de posto de gasolina durante um assalto. Wright tinha servido apenas parte de sua sentença de prisão 15-30 anos, quando ele estourou de uma prisão e foi para o limbo. Autoridades dos EUA afirmam que Wright fugiu do país, ajudando a sequestrar um avião, mas ele nunca foi condenado por esse crime.

    Ao comparar registros de impressões digitais em Portugal, onde todos os cidadãos são obrigados a ser impressões digitais, com as impressões digitais de Wright, os funcionários norte-americanos foram capazes de confirmar que Wright, que havia assumido um novo nome, foi o homem que eles estavam procurando.

    Os tribunais portugueses, no entanto, negou recentemente o pedido de extradição baseado na noção de que o estatuto de limitações expirou pelo direito Português. O governo dos EUA aparentemente aceitou a sentença e está admitindo que o caso está encerrado.

    Isso não significa que um assassino condenado fica livre? Sim, é verdade. Não significa que ele poderia cometer mais assassinatos, inclusive retornando para os Estados Unidos e cometê-los? Sim novamente.

    Mas a lei é a lei. E sob a lei, as pessoas que matam outros injustamente muitas vezes vão livre para o que alguns chamariam de tecnicismos jurídicos.

    Poderia o governo dos EUA tomar uma outra abordagem? Claro. Poderia fazer o que fez com o Afeganistão depois dos ataques de 11/9. Ele poderia ordenar uma invasão militar de Portugal, com a intenção de capturar ou matar Wright. Ou pode disparar um míssil robô em casa de Wright ou soltar uma bomba nele. Nada disso seria legal, mas há pouco que Portugal pode fazer a respeito se os Estados Unidos perseguido por esse caminho.

    Claro, essa é a rota que o governo dos EUA escolheu perseguir depois que o governo afegão recusou-se a demanda do presidente Bush a extradição de Osama bin Laden após os ataques de 9/11.

    Demanda de Bush de extradição é de fundamental importância porque revela por que ele decidiu ordenar a invasão do Afeganistão. Afinal, muitos na mídia e intervencionistas muitos continuam a afirmar que a razão pela qual Bush ordenou a invasão do Afeganistão era, porque as autoridades afegãs haviam participado nos ataques de 9/11 pelo conhecimento "abrigar" a Bin Laden ea Al-Qaeda.

    Demanda de Bush de extradição demonstrado que isso simplesmente não era o caso. Se as autoridades americanas tinham provas indicando que o Taliban havia conscientemente participou nos ataques de 11/9, Bush nunca teria incomodado com a procura de extradição de Bin Laden. Ele, ao invés, simplesmente ordenou o ataque ao Afeganistão no princípio da auto-defesa.

    Em princípio, não há diferença entre o caso do assassinato Wright e dos ataques de 9/11 terroristas. Claro, havia muito mais pessoas mortas em 9/11, mas o número de pessoas assassinadas não afeta os princípios subjacentes aos dois casos. Se Wright tinha assassinado 100 pessoas como parte de sua tentativa de assalto, que teria sido o mesmo que matar um. Se o ataque 9/11 havia matado 10 pessoas, os princípios jurídicos teria sido o mesmo que matou centenas.

    O fato é que os ataques de 9/11, como morte de Wright de que atendente de posto de gasolina, constituído infracções penais. Se os ataques de 9/11 são considerados homicídio ou o terrorismo, o fato é: nós ainda estamos lidando com crimes, não atos de guerra. Esse princípio foi manifestada pelo fato de que Zacarias Moussaoui, um dos 9/11 co-conspiradores, foi condenado pelo crime no tribunal distrital federal.

    Um problema que Bush tinha era que, ao contrário do caso de Portugal, não havia nenhum tratado de extradição entre o Afeganistão e os Estados Unidos. Isso significava que, legalmente, o governo afegão não tinha a obrigação de honrar ou mesmo considerar a demanda de Bush de extradição.

    No entanto, o governo afegão se considerar o pedido de Bush. Ele respondeu que consideraria entregar bin Laden a um tribunal independente após o recebimento de provas mostrando que Bin Laden havia orquestrado o ataque, evidência de que teria sido requerida por um processo de extradição oficial.

    Bush se recusou a entregar provas e deixou claro ao governo afegão que o seu pedido de extradição de Bin Laden era incondicional. Quando o governo afegão recusou-se a cumprir com a demanda de Bush, Bush ordenou a invasão.

    O que Bush estava fazendo era empregar o exército para fazer cumprir as leis penais - e ilegalmente com isso, dado que o Afeganistão estava sob nenhuma obrigação legal de aceitar a exigência de Bush de extradição. Utilização de Bush do militar, neste caso não foi diferente, em princípio, a partir do uso das Forças Armadas para fazer cumprir as leis de drogas em países latino-americanos. Nesses casos, o assunto continua a ser um problema criminal de justiça, mesmo que seja o militar, ao invés da polícia, que está sendo usado para resolver o problema.

    Inúmeras pessoas inocentes foram mortos e mutilados no Afeganistão, no processo de tentar matar ou capturar bin Laden e outros membros da al-Qaeda. Os militares dos EUA já foi ocupar o Afeganistão para cerca de dez anos, sem fim da violência à vista. Graças à invasão dos EUA ea ocupação do Afeganistão também foi convertido em maior terrorista da máquina de produção na história.

    Compare isso com a forma como o governo dos EUA dirigiu-se ao atentado terrorista de 1993 ao World Trade Center. O governo dirigido que o bombardeio em muito da mesma forma que abordou o caso Wright. Um dos WTC co-conspiradores, Ramzi Yousef, fugiu para o Paquistão. Em vez de bomba ou invadir o Paquistão na tentativa de prender Yousef, as autoridades americanas optaram por simplesmente esperar-lo, imaginando que ele poderia aparecer em algum lugar abaixo da linha.

    Com certeza, depois de alguns anos ou mais, Yousef apareceu no Paquistão. A polícia, acing em conjunto com autoridades norte-americanas, o cercava, o levou em custódia, e recambiado ele para os Estados Unidos para julgamento. Ele foi processado no tribunal distrital federal e condenados, e agora está cumprindo pena em uma penitenciária federal. Paquistão nunca foi bombardeado ou invadido no processo de obtenção de Yousef.

    Invadir o Afeganistão para obter bin Laden foi a pior coisa que o governo dos EUA poderia ter feito, assim como invadir Portugal para obter George Wright seria. A melhor abordagem sobre as questões relativas à justiça criminal é deixar o militar fora deles.
    Omg



    Para quem não sabe em 2010 USA queria ocupar os Açores (Ilhas de portugal no atlantico) esse plano foi bastante falado mas nunca seguiou em frente mas hoje isso talvez acontesa afinal de USA invadise portugal seria uma desastre pois portugal apenas tem 2 Milhões Soldados e os açores nem 1000 tem
    E depois a espanha caia em cima de portugal para reconquinstar os seus ANTIGOS territorios que pertesem a portugal ha mais de 500 anos , duvido muito que os Nostros Eramanos (Espanha) NOS SALVASE nem os britanicos ajudavam portugal e portugal e Englaterra é aliada Megusta nem brasil nos ajudava pois voces não querem nada com a europa




    ADEUS PORTUGAL OLA E----e BRASIL CASO ACONTESA ALGUMA GUERRA
    BrunoFoxe
    BrunoFoxe
    Banido
    Banido

    Mensagens : 169
    Créditos : 10
    Cash : 0

    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ Empty Re: USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ

    Mensagem por BrunoFoxe em Qua Mar 07, 2012 6:45 pm

    Lol, se a guerra acontecer agora a porra ficou mt séria Omg sorte que sou do brasil , mais tomará que portugueses nao venham pro brasil ou nem pedir ajuda se n sobra pra nois kk


    _________________
    A Nova TRM

    Chegou!



    templorpgmaker.com
    Visite-nos já e registre-se =D!
    makergame2000
    makergame2000
    Experiente
    Experiente

    Mensagens : 501
    Créditos : 62
    Cash : 0

    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ Empty Re: USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ

    Mensagem por makergame2000 em Qua Mar 07, 2012 6:54 pm

    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?nrnot=683
    Espanha quiz invadir portugal em 1975 e PEDIOU AJUDA AOS EUA
    AAAA SOCORRO

    EM 2010 EUA queria açores e em 1975 tambem queria
    http://www.combatentesporportugal.org/outras_paginas/espanha_quis_invadir_portugal_em_1975.htm



    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    me tirem daqui JA NINGUEM É ALIADO DE PORTUGAL
    POIS PORTUGAL É UM DOS PAISES FUNDADORES DA NATO

    Conteúdo patrocinado

    USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ Empty Re: USA poderá invadir Portugal OUTRA VEZ

    Mensagem por Conteúdo patrocinado

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: Dom Ago 25, 2019 7:15 pm